terça-feira, 19 de maio de 2015

Mulher é presa com drogas e bilhete para presos nas partes íntimas




A Administração da Penitenciária de Álvaro de Carvalho (SP) divulgou nesta terça-feira (19) fotos da porção de droga que foi encontrada nas partes íntimas de uma mulher no último domingo (17), quando ela tentava entrar na penitenciária.

A mulher foi revistada após uma denúncia anônima e foram apreendidos 174 gramas de maconha.

Além da porção de maconha, um bilhete com nomes, supostamente de presos, envolto em fita adesiva, foram encontrados.  A mulher foi presa por tráfico de drogas.


fonte: G1


Polícia Militar surpreende trio com celulares que seriam introduzidos em penitenciária da região



Durante a operação de fiscalização na área central de Flórida Paulista, nessa sexta-feira, 15, Policiais Militares apreenderam 30 invólucros de celulares com destino às penitenciárias da região, neste fim de semana.

Conforme o tenente Bressan, durante a operação de trânsito uma motocicleta se aproximou, mas ao se deparar com a viatura evadiu-se. Os PMs acompanharam a moto e conseguiram abordá-la na avenida São Paulo.

Ao revistar o condutor da moto e a ocupante foram localizados quatro invólucros com celulares na bolsa da passageira, uma adolescente de 17 anos. Ao ser indagado, o casal confessou que os aparelhos foram pegos em Flórida e seriam levados para a Penitenciária de Junqueirópolis.

O casal indicou o local onde os celulares foram adquiridos. De acordo com a PM trata-se de uma residência onde moram as companheiras dos presos. Foram localizados na casa, mais 26 invólucros iguais ao encontrado na bolsa da adolescente.

O objetivo era distribuir os aparelhos na região para tentar entrar com eles nos presídios. O meio utilizado é a introdução dos invólucros pela genitália.

O trio deverá responder o processo em liberdade, segundo a polícia. O caso foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil da cidade.


fonte: Portal Regional
créditos: Estela Mendes

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Penitenciária Feminina de Votorantim sofre sétimo atraso



As obras da Penitenciária Feminina de Votorantim, que foram iniciadas em julho de 2010, ainda não foram concluídas pela empreiteira responsável, tendo o prazo de entrega adiado pela sétima vez consecutiva. A última data estabelecida para a entrega foi dezembro de 2014, que não foi cumprida. 

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), em março deste ano a empresa atingiu 96,5% da construção da obra, mas o atraso na entrega levou a pasta propor rescisão contratual pela segunda vez. Com isso, a secretaria informa que fica impossibilitado definir uma data de entrega, já que os procedimentos para nova licitação ainda estão em andamento.

Conforme a SAP, duas empresas já foram responsáveis pela execução da obra. A primeira foi a MVG Engenharia e Construção Ltda, que por dificuldades financeiras não cumpriu com algumas cláusulas contratuais, provocando a rescisão do contrato em julho de 2012. Uma nova licitação foi lançada em setembro do mesmo ano para dar continuidade na construção do prédio e após três meses a Construtora RV Ltda retomou a obra, que, segunda a SAP, contava com 48,7% de percentual físico executado. Nesse período, a previsão de entrega foi adiada para janeiro de 2014, o que não ocorreu.

Conforme informações da pasta, a partir de julho do ano passado a empresa passou a trabalhar com baixo efetivo, prolongando a data de entrega para outubro de 2014, que também não foi cumprido. A secretaria informou também que em setembro do mesmo ano uma reunião foi realizada na obra, na qual a empresa foi alertada sobre uma possível rescisão contratual, solicitando novo prazo de entrega para dezembro de 2014. Segundo a SAP, em outubro de 2014 a empresa atingiu 94% de execução da obra, aumentando esse número em 2,5% após seis meses, em março deste ano. A pasta ressalta ainda que em novembro de 2014 a empresa sinalizou dificuldades financeiras e propôs um novo prazo para a entrega da unidade, março deste ano.

A reportagem esteve no local da obra e percebeu que ainda há funcionários da empresa trabalhando, porém, a secretaria informou que eles podem estar retirando as ferramentas e materiais da empresa, já que o contrato ainda não foi rescindido oficialmente. Além disso, a reportagem também observou que o prédio está praticamente concluído, faltando apenas os acabamentos externos.

Cadeia Pública de Votorantim

Enquanto a futura penitenciária feminina de Votorantim não fica pronta, a cadeia da cidade está superlotada, com 85 mulheres divididas em oito celas, equivalente a quase 80% a mais do que sua capacidade, que é de 48 detentas, segundo informações da administração da unidade prisional.

Durante o período das obras, algumas destinações para a Cadeia Pública de Votorantim foram discutidas, como a desativação do local e a transformação em uma Unidade de Trânsito. Quanto a isso, a unidade afirmou que ainda não há nada definido.

A penitenciária

A Penitenciária Feminina de Votorantim está sendo construída na rodovia Raimundo Antunes Soares (SP-79) e terá capacidade para 826 mulheres no total, sendo 718 para o regime fechado e outras 108 vagas para o regime semiaberto. O custo total será de R$ 64,9 milhões. Serão quatro pavilhões celulares que, além das celas, terão áreas para atividades esportivas, pátio de sol, creche, local para amamentação, administração, portaria e pavilhões de trabalho, áreas de saúde e visita íntima, além de outras estruturas básicas.


créditos: Jéssica Nascimento 
fonte: Cruzeiro do Sul

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Aberto as inscrições para os cursos EAD



A Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça (Senasp/MJ), abriu nesta segunda-feira (11) as inscrições para 64 cursos do 34º ciclo da Rede Nacional de Educação a Distância para Segurança Pública (Rede EAD).
As inscrições vão de 11 a 17/5 e há cerca de 200 mil vagas. As aulas de 40h ocorrem de 15/6 a 20/7 e as aulas de 60h serão realizadas de 15/6 a 3/8. Os cursos de capacitação são gratuitos para profissionais do Sistema Prisional, Polícia Civil, Polícia Militar, Bombeiro Militar, órgão de Perícia Criminal, Guarda Municipal, Policia Federal e Polícia Rodoviária Federal de todo o País.
Cada aluno poderá fazer até dois cursos e para efetuar a inscrição basta acessar o endereço https://ead.senasp.gov.br. De acordo com a Senasp/MJ, as matrículas somente serão homologadas após comprovação do vínculo funcional junto às instituições dos profissionais.

sábado, 9 de maio de 2015

Preso é flagrado por morte em Taubaté horas após 'saidinha'



Um detento de 35 anos beneficiado pela saída temporária do Dia das Mães na última quinta-feira foi recapturado horas depois em Taubaté após executar um homem de 24 anos no Parque Piratininga.

Segundo a PM, o crime ocorreu na tarde de quinta-feira, na rua A.

Ao chegar em casa, o detento teria sido informado pela esposa que a filha de nove anos teria sofrido violência sexual. Ela indicou quem seria o autor e o marido disse que se vingaria dele.

Durante a manhã, ele foi até a casa do jovem, onde os dois discutiram. No final do dia, ele retornou armado e atirou contra a cabeça da vítima-- que chegou a ser socorrida ao Hospital Regional, mas não resistiu e morreu.

Flagrante. O homem, que cumpria pena em regime semiaberto por furto na Penitenciária de Potim 2, foi preso em flagrante e encaminhado para a DIG (Delegacia de Investigações Gerais). Além de perder o benefício do regime semiaberto, ele responderá pelo crime de homicídio doloso.

A suposta violência sexual apontada pela esposa, será investigada pela polícia.

Alerta. A PM está em alerta na RMVale em razão da saída temporária do Dia das Mães, que liberou 2.647 presos na região.

Além de acompanhar a saída dos presos, a PM reforçou o policiamento ostensivo e preventivo nas proximidades do complexo prisional e terminais rodoviários de Taubaté, Tremembé e Pinda. As ações da polícia contam com as unidades do Canil, Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas), Força Tática, Rádio Patrulhas, Base Móveis e Atividade Delegada, que durante o final de semana vão realizar operações de bloqueio, abordagens e fiscalização.

O preso beneficiado pela saída temporária não pode frequentar bares ou lanchonetes ou passar a noite na rua. Para fechar o cerco, a PM também irá desencadear operações nos bares de Taubaté.

"Os sentenciados que estiverem em desacordo serão recolhidos imediatamente ao estabelecimento prisional de origem, conforme preconiza a legislação em vigor", disse a PM, por meio de nota.

Além do Dias das Mães, os detentos têm direto a saídas na Páscoa, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Natal e Ano Novo.

Os presos deverão retornar entre segunda e terça-feira, conforme calendário de cada unidade.


fonte: O Vale

Detento é espancado em confusão generalizada no CDP de Ribeirão Preto



Um detento de 33 anos foi espancado na tarde de sexta-feira (8) durante uma confusão generalizada no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Ribeirão Preto (SP). Segundo o boletim de ocorrência, a suspeita é de que o homem tenha sido agredido por ao menos 18 detentos que se envolveram no tumulto.

A vítima, que foi atacada com rodos, pedaços de pau e banquetas, foi levada à unidade de emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE) com suspeita de traumatismo craniano. O estado de saúde do detento é estável e ele não corre risco de morrer. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Confusão no CDP

De acordo com os agentes penitenciários que se apresentaram para fazer a ocorrência, o tumulto aconteceu por volta das 15h. O homem, há poucos dias preso por infração à Lei Maria da Penha, ainda estava separado dos demais - procedimento recorrente quando um novo detento dá entrada na unidade. Ele foi retirado da cela para prestar depoimento e, ao retornar para o local, acabou se envolvendo no tumulto.

Segundo os agentes, cerca de 80 presos estavam no meio da confusão. Funcionários do CDP, no entanto, não precisaram quantos chegaram a agredir a vítima, nem o que teria motivado o tumulto.
O diretor da unidade informou, de acordo com o boletim de ocorrência, que a suspeita é de que 18 detentos tenham se envolvido na briga, uma vez que após uma revista eles foram encontrados com ferimentos e manchas de sangue no corpo.

A delegada solicitou imagens do circuito interno do CDP para tentar apurar a autoria do tumulto. Os agentes penitenciários, no entanto, informaram que apesar da existência de câmeras de segurança, não se sabe se elas funcionam e se teriam gravado a ação dos detentos. O local também não foi preservado, o que impossibilitou a realização da perícia.

A vítima, que segue internada no HC-UE, ainda não foi ouvida. O caso será encaminhado para a Delegacia Seccional de Ribeirão Preto.


fonte: G1

Acidente deixa um morto e três feridos na rodovia em Pongaí

Um homem morreu e três pessoas ficaram feridas em um acidente no início da noite de sexta-feira (8), na Rodovia Laurentino Mascari, em Pongaí (SP).

Segundo a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, um carro oficial da penitenciária de Pirajuí não teria parado antes de cruzar a rodovia no trevo de acesso à Pongaí e foi atingido na lateral por um carro que seguia na pista sentido Guarantã.

O motorista do carro da penitenciária, Walter José Carrara Jr., de 61 anos, era agente penitenciário e morreu no local. O passageiro do carro oficial e os dois ocupantes do outro carro tiveram ferimentos leves e foram encaminhados para o hospital de Cafelândia.


fonte: G1

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Ministro do STF propõe redução da pena para preso em situação degradante



O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso defendeu uma proposta polêmica durante julgamento da última quarta-feira (6), quando a Corte julgava o direito de presos pedirem indenização em dinheiro ao Estado pelas condições dos presídios no País.

Barroso citou a possibilidade de conceder aos presos a diminuição do número de dias encarcerados em casos onde for constatado que é enfrentada uma situação degradante.

Um exemplo disso seria descontar um dia da pena a cada determinado número de dias em que o condenado passa em cadeias superlotadas ou em condições precárias.

A solução a que se propõe é a de que os danos morais causados aos presos em função da superlotação e de condições degradantes sejam reparados preferencialmente pelo mecanismo da remição de parte do tempo de execução da pena em analogia ao Artigo 126, da Lei de Execução Penal. Vale dizer, a cada X dias de cumprimento de pena em condições desumanas e degradantes, o detento terá direito à redução de um dia de sua pena.

Esse mecanismo de desconto na pena já ocorre quando o encarcerado trabalha, estuda ou lê livros e entrega resumos das obras às autoridades penitenciárias.

O ministro ainda destacou que a indenização aos presos como forma de reparação foi adotada pela Itália e na Corte Europeia de Direitos Humanos, e especificou que as alegações de condição degradante não podem ser feitas de maneira genérica, apenas para beneficiar o preso.

Existe responsabilidade civil do Estado e, consequentemente, o dever de pagar uma reparação a este preso. A caracterização da responsabilização civil por condições degradantes dos presídios não pode se dar apenas pela alegação genérica de que os presídios estão em más condições. É preciso fazer uma prova concreta de que aquele preso estava em condições degradantes em um específico presídio mediante prova adequada.

O julgamento das indenizações foi interrompido após pedido da ministra Rosa Weber para analisar o caso novamente, após a possibilidade citada por Barroso. O ministro também defendeu que a indenização em dinheiro seja feita apenas caso a remição não seja possível, e que o perdão da pena prevaleça sobre o ressarcimento financeiro.

Barroso defende ainda que, caso o preso já tenha cumprido toda a sua pena, deve haver uma ação para o ressarcimento por danos morais pela ingerência do Estado em garantir condições dignas no cumprimento da pena.

Subsidiariamente, caso o detento já tenha cumprido integralmente a pena ou não seja possível aplicar-lhe a remição, a ação para ressarcimento dos danos morais será fixada em pecúnia pelo juízo cível competente.

Até a última quarta-feira, a votação contava com o voto de três ministros favoráveis à condenação do Estado a pagar a reparação. Além de Barroso, Teori Zavascki e Gilmar Mendes reconheceram a culpa do Estado, porém, apenas viam o direito à indenização por parte dos presos. A conversão em dias a menos na pena foi colocada em debate apenas na quarta-feira.


fonte: R7
créditos: Alexandre Saconi

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Saída temporária do Dia das Mães libera mais de 2 mil presos





A saída temporária de Dia das Mães começa hoje e vai liberar 2.641 presos das unidades de Tremembé.

A ‘saidinha’ é concedida pela Justiça a presos que apresentam bom comportamento e que cumprem pena no regime semiaberto (em que o preso sai de dia para trabalhar).

Na manhã de hoje, serão liberados 125 mulheres da Penitenciária Feminina 2 e 149 da penitenciária Doutor José  Augusto César Salgado, a P-2 de Tremembé.

Amanhã, será a vez de 207 detentos da P-1 e 2.160 homens do presídio Edgard Magalhães Noronha, o Pemano de Tremembé.

A SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) do Estado não informou o número de presos que vão sair com as tornozeleiras e serão monitorados pelo Departamento de Inteligência.

Retorno. As mulheres e os detentos da P-2 deverão retornar até às 17h da próxima terça-feira. Já os presos do Pemano e da P-1, deverão voltar até às 17h de quarta-feira. Depois deste horário, os detentos que não retornarem para as unidades serão considerados foragidos. Caso sejam recapturados, perdem o direito ao benefício e voltam ao regime fechado.

A Justiça não informou se os presos ‘famosos’, como os irmãos Cristian e Daniel Cravinhos, o ex-promotor Igor Ferreira da Silva e o jornalista Pimenta Neves, que estão presos na P-2 de Tremembé, foram contemplados com o benefício da ‘saidinha’  temporária de Dia das Mães.

Benefícios. Ao todo, são concedidos cinco benefícios ao ano. Além do Dias das Mães, os detentos têm direto a saídas na Páscoa, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Natal e Ano Novo.

Dados da secretaria de segurança revelam que no último benefício concedido, na Páscoa, do total de 3.060 detentos beneficiados, 136 não retornaram para as unidades de Tremembé até o dia limite estipulado por cada uma das unidades.


De acordo com o Comando da Polícia Militar de Taubaté, o policiamento ostensivo e preventivo será intensificado nas proximidades do complexo prisional e terminais rodoviários de Taubaté, Tremembé e Pinda.  A operação terá inicio às 6h de hoje com término previsto para às 7h de amanhã. Será realizada por meio de bloqueio de vias com abordagens a veículos com ocupantes em atitudes suspeitas, saturação de policiamento motorizado nos locais de maior probabilidade de crimes e policiamento a pé nas rodoviárias e áreas comerciais. "Sempre visando coibir a prática de roubos e furtos, o uso e comércio de entorpecentes e fiscalizando quanto ao porte ilegal de armas". Estarão empregados as unidades do Canil, Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas), Força Tática, Rádio Patrulhas, Base Móveis, Atividade Delegada (que conta com 150 PMs), além do helicóptero Águia, que acompanha a saída. Os policiais também vãofiscalizar estabelecimentos comerciais, bares e lanchonetes 'com o objetivo de verificar o fiel cumprimento aos requisitos necessários e concessão do benefício, ressaltando que os setenciados que estiverem em desacordo serão recolhidos imediatamente ao estabelecimento prisional de origem, conforme preconiza a legislação em vigor'.


fonte: O Vale
créditos: Michelle Mendes

Indenização de presos por superlotação volta à pauta



O Supremo Tribunal Federal (STF) volta a discutir hoje (06) à tarde a responsabilidade do Estado por indenizar preso por danos morais em razão de superlotação nos presídios (RE 580.252). O julgamento foi interrompido por pedido de vista do ministro Luís Roberto Barroso. O ministro Barroso já está com o voto pronto e o processo deve ser o primeiro da pauta a ser chamado pelo presidente do STF. Até o momento, o processo já teve dois votos a favor dos detentos, em razão do Estado não garantir condições mínimas para cumprimento de pena nas prisões.

O ministro relator, Teori Zavascki, disse não haver dúvida de que o Estado é responsável pela guarda e segurança dos presos, enquanto permanecerem detidos. A discussão foi levada à Corte por um recurso da Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul contra decisão de tribunal regional que negou a um preso direito ao pagamento de indenização, apesar de reconhecer que as condições eram degradantes.

O ministro Gilmar Mendes seguiu o entendimento de Zavascki.


fonte: Diário do Poder

sábado, 25 de abril de 2015

Piá é preso pela segunda vez por tentativa de furto a caixa eletrônico



O ex-meia Piá, com passagens por Corinthians, Ponte Preta e Santos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar de Americana, na tarde deste sábado, após instalar dispositivos de "pescar" envelopes num caixa eletrônico de uma agência bancária na Avenida Cillos. Ele foi levado para a Central de Polícia Judiciária da cidade, onde foi registrada a ocorrência. O delegado de plantão analisou o caso e decidiu que Piá passará a noite no local. É a segunda vez que Piá acaba detido por tentativa de furto a caixa eletrônico.

A PM chegou ao local após uma denúncia anônima de um cliente da agência. Após a prisão, a Polícia Militar entrou em contato com a empresa de monitoramento para se certificar que o equipamento havia sido instalado. A resposta foi que, além da ação em Americana, Piá também teria sido visto pelas imagens em um banco de Limeira, o que ainda será apurado. Outros dispositivos estavam escondidos presos ao teto do veículo dele.

Em janeiro do ano passado, o ex-jogador passou 21 dias no Centro de Detenção Provisória de Hortolândia depois de ser indiciado por tentativa de furto qualificado a um caixa eletrônico de Campinas. Foi liberado após a Justiça conceder habeas corpus e respondia o processo em liberdade provisória. Piá também já tinha ficha por porte de drogas e de arma e falta de pagamento de pensão.

O ex-meia já teve o nome envolvido em outros casos policiais. A primeira aconteceu em julho de 1999, quando ele, então atleta da Ponte Preta, foi indiciado como coautor do assassinato de um mecânico, em uma lanchonete de Limeira. A acusação era que Piá foi o responsável por dar a ordem para um primo pegar o revólver em seu carro e atirar na vítima. Ele foi absolvido.

Aos 40 anos, Piá parou de jogar em 2011, pelo Aparecidense-GO. O último trabalho foi pelo União São João de Araras, ano passado, como auxiliar técnico. O auge da carreira foi entre 1999 e 2003, quando fez parte dos times da Ponte que atingiram as semifinais do Paulistão e também da Copa do Brasil e as quartas do Brasileirão.

Além de Macaca, Corinthians e Santos, defendeu, entre outros clubes, Portuguesa, Santa Cruz, Coritiba, Inter de Limeira, Bragantino, São Raimundo, Rio Preto e Independente de Limeira.


fonte: GloboEsporte.com

terça-feira, 21 de abril de 2015

Agente penitenciário é baleado em tentativa de assalto, diz Polícia Militar

Um agente penitenciário foi baleado após uma tentativa de assalto na Estrada Mário Covas, em Itaquaquecetuba, na madrugada desta terça-feira (21), segundo a Polícia Militar. A vítima está internada no Hospital Santa Marcelina.

De acordo com a PM, o agente de 42 anos mora em Suzano e trabalha em Guarulhos. Ele foi abordado por dois suspeitos que queria roubar sua moto. Ao tentar fugir, a arma do agente caiu na via. A polícia ainda não sabe quem efetuou os disparos.

O agente ficou ferido no abdômen, no braço direito e no ombro esquerdo. De acordo com a PM, a moto foi abandona. Os suspeitos fugiram em uma outra moto.

O G1 pediu à Secretaria Estadual de Saúde o estado do agente penitenciário e aguarda a resposta.


fonte: G1

domingo, 19 de abril de 2015

SAP vai apurar conduta de Agente detido após confusão em posto



A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou nesta sexta-feira (17) que a conduta de um agente penitenciário, detido na noite de quinta-feira (16) em Franca (SP) por causar uma confusão após obrigar três jovens a ficar só de cueca em um posto de combustíveis, será apurada pelo Centro de Detenção Provisória (CDP) da cidade, onde ele trabalha.

Segundo a Polícia Militar, testemunhas relataram que o agente, de 33 anos, estava armado e visivelmente embriagado. Ele teria se passado por policial e forçado os meninos a tirar a roupa durante uma revista. O homem foi levado para a delegacia, e solto em seguida. A arma foi apreendida.

De acordo com a SAP, será instaurado um Procedimento Apuratório Preliminar e o agente poderá perder o cargo, caso seja considerado culpado.

O caso aconteceu por volta das 22h, em um posto de combustíveis na Avenida Orlando Dompieri, no bairro Vila Imperador. Testemunhas contaram à polícia que o agente fingiu ser um PM e começou a revistar três meninos até que os obrigou a tirar a roupa. “Ele falava ‘vocês têm tatuagem, vocês matam polícia, que polícia que vocês mataram’. Aí a gente achou que ele era até polícia”, diz uma mulher que havia ido ao estabelecimento para encher o pneu do carro. Ela prefere não ser identificada.

A jovem conta que os meninos conseguiram fugir da abordagem do agente no momento em que ele se distraiu. A testemunha diz ainda que uma mulher tentou falar com o homem, mas foi forçada por ele a entrar na loja de conveniência e a ficar de joelhos ao ser ameaçada.

Em seguida, ao deixar a loja, o agente seguiu em direção à testemunha. Segundo a mulher, ele afirmou que não estava bem. “Ele perguntou o que eu estava fazendo ali, eu falei que estava enchendo o pneu do carro. Aí ele falou assim: ‘então você vaza. Você vaza que eu estou louco’. Parecia que ele estava bêbado, mas não era só bebida. Quem bebe não fica daquele jeito. Parecia que estava drogado. Muito alterado”, conta.

A PM foi chamada ao local e o agente tentou fugir ao avistar os policiais. De acordo com a polícia, foi necessário usar força física para controlar o homem e algemá-lo. Um grupo de pessoas que presenciou a ação tentou agredi-lo, mas foi contido.

O suspeito foi levado para delegacia, onde foi ouvido e liberado. A arma foi apreendida e o caso registrado como apreensão de arma de fogo envolvendo agente penitenciário.


fonte: G1

Agente do CDP de Franca “surta” e ameaça pessoas em posto de combustível

Um agente penitenciário foi detido na noite de quinta-feira pela Polícia Militar. O rapaz que estava armado rendeu clientes de uma loja de conveniência de um posto de combustíveis Avenida Orlando Dompieri e mediante ameaça chegou a obrigar que algumas pessoas tirassem a roupa.

Completamente descontrolado e bêbado, o agente penitenciário DNB de 38 anos que trabalha no Centro de Detenção Provisória (CDP), de Franca, chegou a posto e entrou na loja de conveniência. Assim que entrou na loja, o agente começou a discutir com alguns jovens que estavam no local e de repente sacou de uma arma e passou a ameaçar os rapazes.

A situação ficou tensa e em determinado momento, o homem armado obrigou que os jovens tirassem a roupa dentro da loja. Os garotos ficaram apenas de cueca. Uma mulher que estava na loja de conveniência ficou bastante nervosa com a situação e acabou sendo ameaçada.

O agente penitenciário apontou a arma para a cabeça da mulher e a obrigou que ela ajoelhasse. Funcionários do posto que viram a ação chamaram a polícia., Viaturas da PM e da Força Tática foram ao posto e encontraram o homem completamente descontrolado e ameaçado atirar contra as pessoas.

Foi necessário o uso de força física para conter o agente. Ele foi desarmado e algemado. Assim que os policiais se preparavam para colocar o homem no interior da viatura, pessoas que estavam no posto agrediram o agente com socos e chutes, todos estavam assustados com a ação descontrolada do rapaz.

O agente penitenciário foi levado ao plantão policial onde foi registrado o boletim de ocorrência. Ele foi indiciado no crime de porte ilegal de arma de fogo e responderá o processo, a principio em liberdade.

O agente estava de folga e a arma apreendida, uma pistola calibre 380, é de sua propriedade. Os três jovens e a mulher que foi ameaçada pelo indivíduo também compareceram ao plantão policial, assim como funcionários do posto.

Toda a ação de descontrole do agente foi registrada por câmeras de segurança do posto. As imagens foram entregues a Polícia civil que vai abrir um inquérito para apurar o caso.

A reportagem do diário tentou entrar em contato com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), para saber quais as medidas que serão tomadas a respeito da atitude do agente penitenciário que trabalha em Franca.

Um e-mail, foi enviado para a Secretaria que até o fechamento da edição não havia informado se o funcionário receberá alguma punição.


fonte: Diário de Franca

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Manifestantes contra governo Dilma em São Paulo acreditam em ligação entre PT e PCC

A pesquisa da USP (Universidade de São Paulo) com os participantes do protesto contra o governo Dilma na capital paulista no último domingo (12) apontou a indignação dos manifestantes contra os escândalos de corrupção na Petrobras e a revolta deles com programas sociais e o PT. Segundo o levantamento, a maioria das pessoas que foram às ruas acredita que a facção criminosa PCC é um braço armado do Partido dos Trabalhadores.

Entre os entrevistados, 53% estão convencidos de uma ligação entre o PT e a facção que atua dentro e fora dos presídios da capital paulista. Outros 18% disseram não saber se uma coisa está ligada a outra e 28% não concordam com a afirmação.

A pesquisa também questionou os manifestantes sobre a frase “Os desvios da Petrobras são o maior caso de corrupção da história do Brasil”. Para 85%, a afirmação é verdadeira, 12% não concordam e 2% não souberam responder.

Ainda de acordo com o levantamento, 64% das pessoas defendem que o PT quer implantar um regime comunista no Brasil, 71% acreditam que as cotas para negros nas universidades aumentam o racismo, e 60% afirmam que o Bolsa-Família — programa de distribuição de renda implantado no governo Lula — “só financia preguiçoso”.

A pesquisa ouviu 571 pessoas maiores de 16 anos por toda a extensão da avenida Paulista. A margem de erro é de 2,1%.


fonte: R7